Controle de Processos

Notícias

Recebe Nossa Newsletter

Cadastre e fique por dentro de tudo o que acontece no universo jurídico.

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
28ºC
Min
20ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - São Paulo, SP

Máx
33ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
31ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Mais dois milicianos de Rio das Pedras e Muzema são condenados pelo 4º Tribunal do Júri da Capital

O Conselho de Sentença do 4º Tribunal do Júri da Capital condenou Jorge Alberto Moreth a nove anos de reclusão e 450 dias-multa e Laerte Silva Lima, a sete anos e seis meses de reclusão e 375 dias-multa por participarem de organização criminosa atuante nas comunidades de Rio das Pedras e Muzema, na Zona Oeste do Rio. Este foi o quarto júri envolvendo 12 denunciados por pertencerem a grupo de milícia atuante naquela região. Todos foram pronunciados para serem submetidos à júri popular.  Os acusados foram alvo da operação “Intocáveis”, realizada em 2019 pela Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro. Na operação, além dos 12 integrantes da milícia, também foi denunciado o ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais da PM Adriano da Nóbrega, que teve a punibilidade extinta no processo após ser morto em fevereiro de 2020 na Bahia.  Presidido pelo juiz Gustavo Gomes Kalil, o julgamento teve início na quinta-feira (18/11), quando foram ouvidos os depoimentos de testemunhas da acusação e de defesa, além de realizado o  interrogatório dos dois réus. Após os debates entre o Ministério Público e as defesas dos acusados, o Conselho de Sentença se reuniu e decidiu pela condenação dos réus. A sentença foi proferida pelo juiz Gustavo Kalil já na madrugada desta sexta-feira (19/11), que encerrou o júri às 3h55min.   Processo desmembrado  O juiz Gustavo Kalil decidiu desmembrar o processo original em seis processos para que todos os 12 acusados de homicídio e organização criminosa possam ser julgados até o dia 9 de dezembro.    Na próxima semana, no dia 25 de novembro, será realizado o quinto júri, quando serão julgados Benedito Aurélio Ferreira Carvalho e Gerardo Alves Mascarenhas. No dia 9 de dezembro Marcus Vinícius Reis dos Santos e Júlio Cesar Veloso Serra se sentam no banco dos réus, encerrando os julgamentos do grupo paramilitar.  Processo nº 0351056-30.2019.8.19.0001  
19/11/2021 (00:00)
Visitas no site:  2319359
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.