Controle de Processos

Notícias

Recebe Nossa Newsletter

Cadastre e fique por dentro de tudo o que acontece no universo jurídico.

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
29ºC
Min
19ºC
Chuvas Isoladas

TJRJ lança Projeto Turismo com o Judiciário para auxiliar turistas que visitam o Rio de Janeiro

Sávio Neves, diretor-presidente do Trem do Corcovado, ressaltou o pioneirismo do projeto do TJRJ, observado pelo presidente do TJRJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, pelos desembargadores Luis Felipe Francisco e Agostinho Teixeira de Almeida Filho e pelos representantes do setor de turismo  O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, apresentou nesta terça-feira (21/9) o projeto “Turismo com o Judiciário”, uma página disponibilizada no portal da internet do TJRJ reunindo informações para os turistas nacionais e estrangeiros que necessitem de orientação e apoio do Judiciário fluminense durante sua permanência no estado do Rio. O projeto, pioneiro entre os tribunais de justiça do país, objetiva auxiliar os turistas a acessar diversos tipos de serviço e descobrir onde buscar ajuda nos casos como, por exemplo, extravio de malas, problemas com passagens aéreas, entre outras questões.  Para atender ao turista internacional, as informações serão disponibilizadas também em inglês, espanhol e francês. Nessa primeira etapa do projeto, o TJRJ irá se reunir com profissionais do setor de Turismo para coletar informações sobre as principais demandas do turista individual, do turista que vem através de uma agência de viagens ou daquele que vem a negócios.“Estamos em um momento de renascimento. A pandemia provocou um caos social, em todos os sentidos. Mais de 90% do setor de Turismo ficou parado por quase um ano e meio em que enfrentamos essa pandemia. Com a retomada, agora, precisamos partir para ações positivas que possam contribuir para a recuperação do potencial turístico da cidade do Rio de Janeiro. Talvez nossa maior vocação seja essa. Hoje em dia não conseguimos um parque industrial que possa gerar tantas receitas quanto o turismo. Em vários países, como Portugal, Espanha, Itália, França, a receita proporcionada pelo turismo é fabulosa”, afirmou o presidente do TJRJ.  Para o desembargador, a iniciativa reflete a preocupação do Judiciário fluminense com a população do estado e busca contribuir para a recuperação do setor de Turismo no Rio de Janeiro. “A preocupação do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro sempre foi de aproximar o Judiciário da sociedade. Precisamos estar perto das pessoas e um dos canais para isso é o turismo. Dessa forma, pensamos nesse projeto como um embrião para outras ações, para prestarmos um auxílio ao turista, buscando resolver problemas e conflitos que, eventualmente, possam surgir no período em que estiver passeando ou viajando pelo estado. O objetivo desse projeto é proteger e assistir ao turista em eventuais questões envolvendo sua segurança e perda de documentos, por exemplo. Com a participação conjunta de todas as entidades, acredito que poderemos contribuir no crescimento do setor de Turismo, um segmento tão importante para o estado”. A apresentação do projeto, realizado no salão nobre do TJRJ, contou com a presença dos desembargadores Agostinho Teixeira de Almeida Filho e Luis Felipe Francisco; do juiz auxiliar Alexandre Teixeira de Souza; de Luiz Antônio Strauss de Campos, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav-RJ); de Paulo Senise, diretor da Associação Brasileira de Marketing do Turismo; de Sávio Neves, diretor-presidente do Trem do Corcovado; e de Sérgio Caringi, diretor da Associação dos Correspondentes Estrangeiros. O desembargador Agostinho Teixeira de Almeida Filho destacou a iniciativa do TJRJ, considerando o momento de retomada do crescimento do setor de turismo. “De fato, o Poder Judiciário dialoga com vários setores da economia do Estado do Rio de Janeiro como Saúde e Transporte, mas o Turismo, que é um setor de importância vital, está relegado. Nunca houve uma aproximação dessa natureza. Com esse projeto, o presidente do TJRJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, enxergou a necessidade dessa aproximação, que se apresenta extremamente oportuna porque estamos em um início de uma retomada”, avaliou o magistrado. Para o desembargador Luis Felipe Francisco, o projeto tem tudo para ser replicado em outros tribunais de justiça do país. “Penso que esse projeto tem tudo para ser muito bem desenvolvido e ganhar a adesão de outros estados. Trata-se de uma iniciativa pioneira e entendo ser necessária essa preocupação, não somente com o turismo internacional, mas também com o turismo interno. Entendo que, atualmente, o turismo está fragilizado em razão da pandemia que enfrentamos. Penso que essa conjugação de esforços com as entidades do setor de Turismo, assim como com os consulados, se apresenta mais que necessária. Tenho certeza de que o projeto já nasce vitorioso”, afirmou. Sávio Neves ressaltou o pioneirismo do projeto do TJRJ.  “Esse projeto é muito interessante porque cria esse link do turista e dos profissionais do setor com o Poder Judiciário. Ficamos muito felizes, principalmente porque, mesmo com o Rio de Janeiro tendo essa vocação natural para o turismo, até então, nunca houve nenhuma iniciativa de apoio nesse sentido que o Tribunal de Justiça do Rio está propondo agora. Desconheço qualquer projeto semelhante em outros estados e acredito que ele chega para ficar. Parabenizo o presidente do TJRJ pela iniciativa”, ressaltou. Para Paulo Senise, o projeto do TJRJ poderá resgatar a credibilidade internacional em um dos setores mais afetados pela pandemia no Brasil. “O turismo do Rio de Janeiro merece e precisa desse cuidado. Avalio que, talvez, tenha sido um dos três setores mais impactados diretamente pela pandemia. A ocupação hoteleira caiu 90%, a operação do turismo receptivo caiu 99%. Então, esse projeto, que tem como objetivo o cuidado com o turista, passa uma mensagem para o mercado e para o mundo de que o Rio de Janeiro está com iniciativas voltadas para o cuidado com o turista. O Brasil nunca esteve tão distante daquilo imaginado pelo turista internacional. Então, iniciativas desse tipo, realmente, surgem na hora exata. Situações como um pequeno assalto na calçada, a perda do passaporte, enfim, problemas que acontecem e que, principalmente, o turista individual, muitas vezes, fica desorientados. Esse projeto vai auxiliar muito os turistas que enfrentam esses transtornos”. Luiz Antônio Strauss de Campos destacou a importância da indústria do turismo e os benefícios que o projeto do TJRJ poderá proporcionar para o setor. “Temos que destacar a importância do setor de turismo, considerando que temos países que vivem só do turismo. Os Emirados Árabes, por exemplo, já vislumbrando que o petróleo vai acabar daqui a 50 anos já começaram a construir a sua infraestrutura voltada para o turismo. É uma indústria que se entrelaça com mais de 50 atividades da economia, como os profissionais do voo, taxistas, lojistas, área de gastronomia, de eventos, entre outros. Então, essa ferramenta que está sendo criada pelo TJRJ é muito bem-vinda e será muito útil, pois possibilitará divulgar uma infraestrutura que está sendo disponibilizada para o turista que vem ao Brasil.” O jornalista Sérgio Caringi comemorou o fato da apresentação do projeto do TJRJ acontecer no momento em que representantes do turismo se preparam para debaterem sobre o setor com os jornalistas internacionais correspondentes no Brasil.  “Ao longo desse ano, estamos promovendo uma série de encontros para discutir sobre temas relevantes para o Brasil, sob a ótica da imprensa internacional. Na primeira quinzena de novembro vamos abordar a retomada do turismo. Já confirmamos a presença de várias autoridades do setor do Turismo e acredito que será uma grande oportunidade para apresentarmos esse projeto pioneiro do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para a imprensa internacional”, disse Sérgio.  JM / SFFoto: Felipe Cavalcanti/TJRJ 
21/09/2021 (00:00)
Visitas no site:  2311145
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.